Publicidade

Publicidade
06/08/2009 - 11:53

A rosa de Hiroshima

Compartilhe: Twitter

Há exatos 64 invernos, em 6 de agosto de 1945, a humanidade escrevia um dos seus piores capítulos: a Segunda Guerra Mundial. Naquele ano, a ferida viva do Holocausto pulsava na civilização ocidental – levemente suturada pelo suicídio do ditador-anti-cristo Adolf Hitler, em abril –, quando o mundo testemunhou, estarrecido, outra atrocidade: a bomba atômica que os Estados Unidos lançaram sobre  Hiroshima. Ali, mais de 100 mil pessoas foram varridas do mapa sem tempo de entender como e porquê – a maioria delas, camponeses indefesos, já que a cidade foi escolhida justamente por ser alheia aos armamentos e absolutamente vulnerável, recolhida entre os vales. Três dias mais tarde, um novo bombardeio em outro alvo interiorano, Nagasaki, ceifou a vida de mais de 70 mil inocentes, confirmando a eficiência demoníaca da tecnologia bélica detonada pelo presidente americano em exercício, Harry S. Truman. Na ocasião, o físico J. Robert Oppenheimer, que comandou a equipe de cientistas e engenheiros responsáveis pelo artefato, declarou: “Eu me tornei a Morte, um destruidor de mundos”. Mesmo arrependido, sua conta foi entregue: morreu de câncer 3 anos depois dos atentados.

Os EUA venceram. E Hiroshima e Nagasaki ainda sentem na pele os traumas do ataque (literalmente, já que a radiotividade nuclear imprimiu rastros que atravessaram as décadas).

O Japão, hoje uma das nações mais pacifistas do mundo, também se tornou a segunda maior potência econômica do globo. O planeta inteiro olha para ele.

Muito além da cultura zen, tecnologia de ponta, artes marciais, inspiração purista, jardins simétricos e filosofias milenares, origamis e sushis, macarrões instantâneos e karaokês, a terra do sol nascente exportou para o mundo talentos fantásticos na arquitetura, no design e nas artes. No dia em que o país lembra um dos seus momentos mais dramáticos, fazemos aqui um registro, em forma, cor e volume, de alguns herois da estética nipônica para a casa no século 20.


Croqui do arquiteto Tadao Ando para o Centro de Arte Contemporânea de Venice


Gaveterio relovucionário que o designer Shiro Kuramata desenhou para a Cappellini, nos anos 90.


Sofá, mesa de centro e luminária do escultor, arquiteto e designer  Isamu Noguchi, produzidas entre as décadas de 60 e 70


Pintura coloridíssima de Takashi Murakami, um dos responsáveis pelo status de arte  dos toys, referências de rua e HQs / Cadeiras de madeira e papel reciclado de Shigeru Ban, do final da década de 90

Saideira com uma das canções mais cults da MPB, imortalizada pelo divo Ney Matogrosso, lá nos anais do Secos e Molhados:

Autor: - Categoria(s): Arquitetura, Artes, Décor, Design Tags: , , , , , , ,

Ver todas as notas

979 comentários para “A rosa de Hiroshima”

  1. jimmy choo wedding shoes…

    Allex in Casa – Para quem sempre volta para casa » A rosa de Hiroshima…

  2. LOUIS VUITTON FOR SALE…

    Allex in Casa – Para quem sempre volta para casa » A rosa de Hiroshima…

  3. Discount Mac Makeup…

    Allex in Casa – Para quem sempre volta para casa » A rosa de Hiroshima…

  4. POLO RALPH LAUREN OUTLET…

    Allex in Casa – Para quem sempre volta para casa » A rosa de Hiroshima…

  5. OAKLEY SUNGLASSES OUTLET…

    Allex in Casa – Para quem sempre volta para casa » A rosa de Hiroshima…

  6. nike air max 2013…

    Allex in Casa – Para quem sempre volta para casa » A rosa de Hiroshima…

  7. Marc Jacobs Outlet Store…

    Allex in Casa – Para quem sempre volta para casa » A rosa de Hiroshima…

  8. louis vuitton uk…

    Allex in Casa – Para quem sempre volta para casa » A rosa de Hiroshima…

  9. fikjddhqmy disse:

    eIqixu vdsbbadkvzzb, [url=http://jsfuoypmuvge.com/]jsfuoypmuvge[/url], [link=http://fzpvopcznrcw.com/]fzpvopcznrcw[/link], http://attybygwfjgn.com/

  10. Title…

    […]Every after in a while we pick blogs that we read. Listed beneath are the latest internet sites that we pick out […]…

  11. online pharmacy no rx – online pharmacy reviews cialis

  12. 保険なしで、破損したルイヴィトン 財布 コピーの所有者は、より安価な携帯電話に別のlouis vuitton スーパーコピーまたは単にダウングレードを購入する数百を咳しなければならないでしょう。 「アタマはいいが『世間』に弱い」とされる東工大生の例として「菅首相と鳩山首相を輩出していますからね」という池上さんの言葉に、満場のルイヴィトン 長財布コピーが爆笑していました(菅氏は卒業生、鳩山氏も東工大助手だったんですね)初回のテーマは「実は原爆を開発していた日本」です。
    ヴィトン コピー 激安

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo