Publicidade

Publicidade

Arquivo de junho, 2010

01/06/2010 - 21:17

Terra em transe…

Compartilhe: Twitter

… e Allex em trânsito. Maquiavel dizia que “uma mudança deixa sempre patamares para uma nova mudança”. Mas a gente demora um bocado para encarar uma guinada.

Foram 10 anos. Densos, intensos, imensos. Com o pedigree Vogue, ergui pilotis que escoram o lado “platinum” do meu curriculum vitae. Complexo, convexo, suado e sofrido ­– mas reconhecido, graças a Deus. Muito além da superfície estética, aprendi naquela casa os quiprocós da criação, a engenhosidade da função e a excelência da publicação.

Entrei com a minha verborrágica sopa de letrinhas; os Carta, com o toque gourmet que tempera as revistas mais chics desses brasis. Não é tudo. Nas fissuras da fina estampa, tive a oportunidade de estudar arte, dissecar conteúdos, entrevistar ídolos, dar de cara com lendas vivas e cair na estrada em trips espetaculares que fizeram de mim um jornalista melhor. Um crachá que também garantiu acesso a veículos de outras plataformas – fashion, cult, pop ou blockbuster –, onde cravei assinatura em textos culturais, críticos, intelectuais, acadêmicos e politizados – ou pseudo tudo isso. Não salvei o planeta, é verdade – e tomei uma senda bem diferente daquele romantismo ambicionado por qualquer foca prestes a abocanhar o canudo de jornalismo, com sede de mudar o mundo num manifesto. Mas comemoro a odisseia sem um miligrama de culpa. Foram quase 120 edições e incontáveis colaborações com todos os títulos da casa. Muitos fios de cabelos brancos depois, parto para outra.

De fato, um parto também no sentido metafórico, já que deixo aqui amigos queridíssimos (Zé Renato, Ana Paula, Paula Queiroz – muitas vezes, meu braço direito neste blog –, Fabrizio Rollo, Ana Lúcia, Ana Montenegro, Tissy Brauen, Guilherme Marcon e muitos mais) e um pouco da minha alma. Levo outro tanto disso tudo comigo, para sempre. Foi uma escolha pessoal e intransferível – simplesmente vital para quem não se acomoda no conforto do ninho. Este puxadinho virtual continua despretensiosamente do jeito que sempre foi. Enquanto metabolizo a nova rotina – e só durante essa fase de transição –, fecho a quitanda por uns dias (deixo vocês com um patchwork das minhas duas últimas edições de Casa Vogue, junho e julho. Até daqui a pouco, de endereço novo, como editor-chefe da bacanérrima Wish Report. Te vejo lá, né?

Autor: - Categoria(s): Casa Vogue Tags: ,
Voltar ao topo