Publicidade

Publicidade
14/09/2010 - 10:00

Saca só

Compartilhe: Twitter

E sexta-feira passada dei um pulinho lá no Rio (que continua lindo, diga-se de passagem) para conferir a abertura da mostra “50 anos em 5”.

Juarez Machado encheu de alegorias a poltrona Tempo, de Carlinhos Motta

Ainda nos embalos do cinquentenário de Brasília, a Saccaro convidou um time de artistas para customizar, cada qual do seu jeitão, algumas das peças mais emblemáticas da marca – uma das maiores empresas moveleiras do País, tocada pela família homônima que começou o negócio 64 anos atrás e vem crescendo vertiginosamente desde então.

A poltrona Joatinga, de Zanini de Zanine, criada pelo filho do homem (o legendário Zanine Caldas) ganhou look pop-Oslken pelas mãos de Oscar Metsavaht

O elenco sui generis foi escolhido a dedo: Vik Muniz, Oscar Metsavaht, Carlinhos Brown, Maurício Azeredo e Juarez Machado, que aplicaram sua verve criativa sobre criações de Zanini de Zanini, Verônica Rodrigues, Studio Mendes Hirth e Carlos Motta.

Vik Muniz, a bola da vez, gravou seu traço no Biombo-lê, que Verônica Rodrigues desenhou para homenagear o pai, Sergio Rodrigues (por sinal, animadíssimo no dia da inauguração

Depois do Rio, a mostra seguirá para São Paulo, Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre e outras cidades mais. No fim das contas, as peças serão leiloadas em prol de instituições escolhidas pelos astros do projeto. Saca só.

Maurício Azeredo pintou e bordou na Espreguiçadeira Rodrigues (outra homenagem ao Serjão, estrela da noite), projetada pelo estúdio Mendes Hirth

Nome mais inusitado da noite, Carlinhos Brown (sim, o rei do trio elétrico), carnavalizou o sofá Ninho Moebius, de Roque Frizzo, com balagandãs de percussão

+ saccaro.com.br

Autor: - Categoria(s): Design Tags: ,

Ver todas as notas

1.109 comentários para “Saca só”

  1. patrz disse:

    Superb website…

    […]always a big fan of linking to bloggers that I love but don’t get a lot of link love from[…]……

  2. Google disse:

    that will be the end of this write-up. Right here you

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo